Mourinho Fosco

O título é elucidativo daquilo que penso ser o Mourinho actual. Perdeu brilho e graciosidade, o futebol outrora fascinante tornou-se enfadonho e calculista. Quem o viu nos primeiros anos do Chelsea e quem o vê actualmente só poderá estranhar e perguntar se será este ainda o Special One.


Depois de anos consecutivos em que ao seu estilo apresentava um Chelsea forte, pressionante, mandão em casa e letal nos estádios adversários achará estranho que o Inter actual seja uma equipa com tantas estrelas mas com um futebol tão prevísivel, sem chama ou magia. Na minha opinião Mourinho tornou-se vítima do futebol italiano quando toda a gente dizia que Mourinho seria a face renovadora de toda uma escola de futebol italiana que durante anos fez da rigidez defensiva e táctica o seu elo mais forte.

Este "Ragazzo" Mourinho pouco ou nada tem a ver com o célebre "Special One" que fazia das suas equipas uma família levando ao ponto dos jogadores darem tudo por ele dizendo mesmo "que perderiam uma perna por Mourinho" como fez Drogba recentemente. Numa equipa recheada de estrelas como é o Inter seria de esperar um futebol apelativo, de líder mas o que é certo é que a pobreza é muita e os adeptos começam a questionar onde está o "efeito José"?

Para mim é claro que Mourinho deveria para seu bem escolher outro destino. Espanha ou regresso a Inglaterra fariam maravilhas por Mourinho e pelos adeptos que sempre se habituaram a ver as equipas por si treinadas os paradigmas do futebol moderno. Um conselho meu caro Mourinho. Por mim Madrid ou Manchester seriam as escolhas óbvias para o teu futebol. Adoram "mind-games", adoram o protagonismo e enquanto em Manchester Ferguson tem de começar a preparar a sucessão, em Madrid Pellegrini começa a ser contestado e uma equipa galáctica tem de ter um galáctico treinador. Entretanto em part-time fazias uma perninha na selecção.

Terá Mourinho perdido a sua "estrela guia"?
Será o campeonato italiano responsável pela "perda de identidade" do Inter de Mourinho?
Onde está o "Special One"?

8 comentários:

micaela disse...

PASATE POR EL MIO ES : http://blogdemicaelaandrea.blogspot.com

Joao disse...

O Mourinho perdeu a magia quando saiu o FCP. Sem o Porto, a sua estrutura e os seus magnificos adeptos, nada mostrou!

Se um dia regressar ao Dragão volta a ser especial.

Antonio disse...

Quando Mourinho decidiu ir para Itália imaginei que o seu futuro não fosse tão risonho.Porquê?

Em Inglaterra joga-se para o espetaculo. Uma equipa está a vencer 1-0 e quer chegar ao 2º golo. Mourinho é o mestre da táctica e usava essa mestria para levar de vencida a virilidade das demais equipas. Em Italia, uma vantagem de 1 golo significa 11 jogadores a defender com tudo. As equipas são muito tácticas e os jogos enfadonhos (para quem percebe pouco de futebol).

A mestria táctica de Mourinho colide com a inteligência tactica dos restantes treinadores do Calcio, e é talvez por isso que não vemos um Inter a jogar futebol espetaculo. Já viste o que seria Mourinho provar do seu próprio veneno.

Contudo, continua a ganhar campeonatos, muito pela capacidade que tem para trabalhar a mentalidade dos jogadores.


Quanto ao futuro de Mourinho, dúvido que vá para o Real (pelo menos por agora). O Pelle tem sido questionado? Onde viste isso?

A hipotese Man Utd é perfeita para Mourinho...

Abraço!

Fox disse...

O Mourinho no 1º ano do chelsea estava longe de ter brilho e graciosidade, aquilo era marcar um golo e defender com 11...

Concordo, também, que Old Trafford era a casa ideal para ele neste momento.

Jorge disse...

Bom artigo Paulo Pereira.

É notoria a pouca envolvência de Mourinho no futebol(de merda) Italiano.

Terá perdido a sua "estrela guia"? Acho que não, mas pode ter escohido um caminho errado, para atingir um fim.

Onde está o Special Onde? Na luz! :P

The Crow disse...

Mourinho ainda tem muito a provar em Itália, eu sou um admirador de Mourinho e grato pelo que fez no meu clube mas o certo é que o que ele tem feito em Itália está ao nivel do anterior treinador do Inter, Mancini.

Este Inter ainda deixa muito a desejar, principalmente a nivel externo, esta será a epoca da possivel afirmação de Mourinho ou a epoca em que cairá em "desgraça"(em Itália entenda-se).

Cumps

Paulo Pereira disse...

António: vi na "marca" que o Florentino fez um ultimato a Pell para jogar bom futebol e segundo o que li dos adeptos esperam o mesmo. Eles lá tem rédea muito curta. Nao digo que com isto quero que saia porque acho que é um excelente treinador. Concordamos que Manchester era perfeito para Mourinho.

Jorge: Realmente nao nos podemos queixar do nosso "Especial" e espero aqui estar em Maio a festejar um titulo especial :)

The Crow o problema para mim é que o Inter ainda nao encontrou a sua identidade na Europa e isso faz com que os jogadores percam muito em termos de motivaçao e agressividade. Precisam claramente de 2/3 grandes exibiçoes na Champions para se lançarem.

Cumprimentos a todos

CR 9 disse...

Fala-se do passado de Mourinho, mas a vida faz-se no presente.

No presente, José Mourinho aceitou o desafio de médio prazo para colocar o Internazionale na alta roda europeia, ao mesmo tempo que tenta assegurar uma renovação pacífica e elegante no plantel "Nerazzurri". Escrito assim até parece fácil, mas não o é.

Se assim fosse, muitos outros clubes continuariam vencendo e vencendo.

Para mim, o actual Inter até está bem longe das ideias originais de Mourinho para o clube. Ele estava a contar que um sistema de 4-3-3 iria potenciar ainda mais as qualidades do até então "interista" Sueco, o "Ibra-ca-dá-bra". Acontece que o avançado é uma espécie de Maradona num corpo de um gigante, pelo que necessita de espaços nas laterais e de ter a bola nos pés. Isso fez com que ele nunca tivesse combinado bem com jogadores como Mancini e Ricardo Quaresma. Por outro lado, o Português também nunca se adaptou verdadeiramente ao campeonato Italiano... talvez estivesse à espera que fosse a equipa a adaptar-se a ele e não ao contrário...

Esta temporada, com a experiência anterior adquirida do campeonato Italiano, o "Special One", tem tentado reactivar a sua ideia de concepção do 4-1-2-1-2, até porque pode contar esta temporada com um verdadeiro "10", o Holandês Wesley Sneijder. Este estilo de jogo tem tudo para funcionar bem, uma vez que se adequa à maioria dos jogadores que tem à disposição no plantel, tais como Etoo, Diego Milito, Santon, Cambiasso, Muntari, Stankovic, Zanetti,... contudo, falta a estes jogadores assimilar verdadeiramente quais são as suas funções dentro de campo. Falta igualmente estabilizar as rotinas. Por exemplo, já vi o Zanetti a fazer em jogos diferentes, posições diferentes. Embora não comprometeu muito, também não fez a diferença para melhor e houve grandes quebras de rendimento, que podem ser medidas em termos de tempo com a bola nos pés, más decisões nos passes, etc. Penso que no meio campo que o Mourinho tem verdadeiramente de trabalhar.

Reparem que o meio-campo do Inter é constuído por jogadores que são muito idênticos em termos físicos e técnicos. Não é um meio-campo muito alto. Também não é muito baixo (a não ser o Sneijder). Muntari e Cambiasso são esquerdinos, Zanetti e Stankovic são destros, e Sneijder é ambidestro, pelo que em termos qualitativos tem tudo para resultar. Contudo, se formos a ver bem, são jogadores que acabam quase invariavelmente jogar nas mesmas zonas e de forma mais ou menos idêntica.

Falta a meu ver àquele meio-campo, os especialistas. Todos os jogadores têm um grau de polivalência, que poderei medir pelo número de posições que fazem no campo. Acontece que os actuais futebolistas que fazem o losango do Inter, são demasiado polivalentes (tiraria o Sneijder que está mais vocacionado para "10", embora já o tenha visto como "8" no Real Madrid). Como pensam mais ou menos o mesmo, têm tendência (quando ainda não afinados) a fazerem todos o mesmo. Isso é grave pois leva a desorganização.

No entanto, penso que não é nada que com treino não melhora.

Depois há a questão dos laterais. Maicon é muito bom lateral, mas na maioria das vezes exagera ao tentar o drible interior para rematar. Penso que poderia investir mais no ir à linha de fundo. Já o Chivu, sobe mais pela certa e tal como o Zanetti, joga em muitas outras posições o que faz-lhe por vezes perder o "norte".

Enviar um comentário

 
Trio Galático. Design by Wpthemedesigner. Converted to Blogger Template by Anshul