Sporting e Elias


Não gosto de escrever sobre rivais, mas desta vez não resisto... e não! Não vou dizer mal da equipa, dos jogadores, do treinador, da política de contratações, ou do que seja...

O Sporting está "novo", com uma nova direcção, novas políticas, novo treinador e 16 novos jogadores. Talvez seja muita coisa nova, para que se possam exigir coisas boas a curto prazo, talvez não. Talvez não, porque o Sporting tem um conjunto de jogadores como eu não me lembro de ver, tem um treinador que chegou rotulado de "craque" e não é por o plantel ser novo e estar em construção que se justificam os resultados recentes (acham que o Beira Mar, Marítimo, ou Olhanense têm uma equipa rotinada?).

Adiante...o Sporting tem ovos (muitos e bons), tem cozinheiro, mas ainda não tem omelete. Cabe aos sportinguistas pensar qual a razão da omelete estar a demorar a sair. Será por Domingos jogar com 2 (dois) de 16 reforços? Será por os adeptos não terem paciência? Será porque os árbitros não estão a ajudar? Talvez seja por tudo isto...mas sinceramente, não me interessa.

Só vou dizer qual seria a "minha" táctica e o meu "onze", se eu fosse (Deus me livre) Domingos Paciência:

football formations
  • 4-3-3, um triângulo invertido no meio campo, com a primeira linha de pressão bastante alta, dois extremos rápidos e um finalizador;

  • Defesa: João Pereira enquanto Arias não se adaptar e Ínsua (que precisa de uma oportunidade para mostrar o que vale -muito) porque Evaldo é mau. No centro, considero que Carriço e Polga não são centrais para jogar num clube como o Sporting... como tal jogariam os outros dois. Este sector precisa de ser reforçado (trocava Polga por um central alto e Carriço por um central rápido).

  • Meio campo: Rinaudo, Izmailov e Elias. Se Rinaudo conseguir adaptar as suas características ao futebol Europeu será um caso sério naquela posição. Izmailov, foi a médio centro que o vi fazer os seus melhores jogos ao serviço do Sporting. Elias (adoro este tipo de jogador) é um grande jogador, com um pulmão incrível, recupera muitas bolas, pressiona alto e aparece muito bem a finalizar (vai fazer lembrar outro que por lá andou e que deixou saudades aos Sportinguistas).

  • Ataque: Quem tem Jeffren e Capel, tem de ter um ponta de lança que aproveite as oportunidades de golo (nem quero imaginar o que seria o Liedson com estes dois nas alas). Veremos qual o ponta de lança escolhido que será apresentado até 4ª feira. É incrível como actualmente jogam todos os avançados, menos o que está em melhor forma.
E era este o "meu" (Deus me livre outra vez) Sporting.

Pergunta: Porque razão assobiam o Postiga e o Djaló durante os jogos?

Cumprimentos

FORÇA BENFICA e FORÇA RICARDO GOMES!

3 comentários:

Francisco Chaveiro Reis disse...

Eis um belo post. Concordo com quase tudo. Há de factos muitos e bons ovos como há muito não viam apesar de faltar um 9 para aproveitar Jeffren e Capel. Domingos é mesmo bom cozinheiro mas nada tem saído bem. Tem havido azar mas mais azelhice ainda. Acredito que falta tempo para tanta cara nova se habituar à nova realidade mas não percebo como é que o nível ainda é tão baixo. Resta-me esperar e ter fé.

Pedro Fonseca disse...

Disseste tudo o que TODOS os sportinguistas pensam. Só há um portista que não concorda contigo.

FORÇA SPORTING!

António Rêgo disse...

Bom post, interessante de ler.

Começo por responder á pergunta: O público de Alvalade é uma faca de dois gumes: São extremamente fiéis pois aturaram o futebol das últimas épocss, que sendo honesto foi uma valente porcaria - por experiência própria sei do que falo - e mesmo assim continuam a acreditar ano após ano que é desta.
Por outro lado, têm comportamentos que não lembram a ninguém. Lembro-me do Nani ser assobiado, do Ruben Micael ser aplaudido... e também não percebo a lógica de assobiar durante o jogo, é uma atitude que não faz sentido, assobiar a própria equipa e jogadores, mas isso sou eu que acho. A principal claque é um exemplo disso mesmo: são os que mais facilmente acordam o estádio e apoiam a equipa (jogos em casa e fora) mesmo quando sofre golos, mas depois acontecem coisas com a polícias e outras claques que não lembram a ninguém.

Após este testamento, vou tentar ser mais curto. As declarações do trio Godinho/Duque/Freitas mencionavam um projecto de 3 anos. Por mais que me chateie ter de desculpar montes de vezes esta mediocridade, estes 16 que chegam têm de se adaptar. E enquanto isso, o que faz a diferença este plantel é só nomes, e é assim que jogam - são Capel e Jeffrén que desequilibram por causa da sua técnica individual, Izmailov destaca-se porque é o melhor jogador do Sporting e sempre foi.

A finalizar... não percebo qual as escolhas do treinador para a posição 9. Se ele continuar a apostar num jogador que têm sido aposta contínua de todos os treinadores nos últimos anos, não percebo porque espera resultados diferentes. Também não percebo a lógica de meter um avançado em adaptação a este campeonato e ao clube numa fase mais difícil do jogo e exigir-lhe que faça algo de jeito nos 30 minutos finais de um jogo. Se o objectivo é desmotivar o jogador e fazer com que ele jogue mal e não se encaixe com a equipa... está no bom caminho.

Enviar um comentário

 
Trio Galático. Design by Wpthemedesigner. Converted to Blogger Template by Anshul