70 pontos, 70 golos: Eis o Benfica!

Já dizia Fernando Machado: “Coimbra tem mais encanto, na hora da despedida…”. Ao vencer hoje a Académica, o Benfica ficou apenas a 4 pontos do tão desejado título e mostrou que muito dificilmente quebrará no que resta deste campeonato.

As bancadas do Estádio Cidade de Coimbra estiveram hoje pintadas de vermelho. Um vermelho vivo, um vermelho de esperança, esperança essa que é nossa por mérito e direito. Coimbra foi engolida por um mar vermelho sedento de conquistas e desmoronou-se perante os cânticos, as rezas, a fé, o querer e a ambição dos adeptos do Benfica – a única, incomparável, inigualável e extraordinária massa associativa do maior de Portugal!

Sob arbitragem de Carlos Xistra, eis as equipas:


ACADÉMICA: Rui Nereu, Pedrinho, Luíz Nunes, Berger, Emídio Rafael; Nuno Coelho, Tiero, Diogo Gomes, Sougou, Éder e João Ribeiro
Suplentes: Ricardo, Amoreirinha, Miguel Fidalgo, Cris, Vouho, Bru, Pedro Costa

BENFICA: Quim, Maxi Pereira, Sidnei, David Luiz, Fábio Coentrão, Rúben Amorim, Javi Garcia, Di Maria, Aimar, Cardozo e Weldon.
Suplentes: Moreira, Airton, Ramires, Carlos Martins, Nuno Gomes, Miguel Vítor e Kardec

Jorge Jesus apostou na reedição da dupla de avançados que alcançou a vitória na batalha naval: Weldon e Cardozo. O treinador do Benfica colocou também Sidnei no lugar de Luisão e Ruben Amorim no lugar do fatigado Ramires. Aimar, que decidiu o derbie na semana passada também foi titular.

O Benfica iniciou o jogo muito agressivo e capaz, a mostrar desde cedo que queria resolver o jogo, antecipando possíveis adversidades. Weldon disse SIM à chama de Jorge Jesus e num lance de insistência bateu Rui Nereu pela primeira vez. Os encarnados adiantavam-se assim, aos 3 minutos, no marcador.

O tempo passou e a equipa do Benfica deu à Académica a iniciativa do jogo, idealizando partidas rápidas para contra-ataque assentes em Aimar, Di Maria e Weldon.

Aos 28 minutos, sem que nada o fizesse perder, Diogo Gomes beneficia de um ressalto e faz o empate para a Académica, num remate precedido de um controle com o braço.

Com o resultado empatado, o Benfica voltou ao controlo do jogo e depois de alguns ataques, minutos antes do intervalo, viria a empatar pelo verdadeiro matador – Weldon, novamente! Fazia-se justiça, e o Benfica ia para o descanso em vantagem no marcador.

Na segunda parte, o jogo foi bastante equilibrado e manteve-se a gestão de esforço do Benfica e a vontade de mudar alguma coisa por parte da Académica. O Benfica viria a fazer o 1-3 por Ruben Amorim, após boa jogada de Di Maria e a escassos minutos do fim, Tiero gelou os corações vermelhos colocando o marcador em 2-3.

O Benfica não deslumbrou, mas cumpriu, mostrando que uma equipa se faz também de valores individuais. Este jogo foi um atestado de competência, que a turma da luz passou aos adeptos do futebol Português. Somos claramente SUPERIORES!

Notas:

Weldon: Perfeita exibição do Brasileiro. Jogou e fez jogar. Este jogador é de uma utilidade extrema. Espero que fique para o ano no plantel.

Sidnei: Mal em termos posicionais e mal tecnicamente. Exibição para esquecer!

Quim: Capaz do melhor e do pior… Não confio nele minimamente. Venha o GR a sério. O Saldo de hoje foi um frango e metade de outro.

Di Maria: Exibição estranha. Andou arredado do jogo, participou pouco, não ajudou a defender, falhou passes em serie, quebrou possíveis jogadas de ataque, mas… Decidiu o jogo! Tecnicamente é perfeito, mas falta qualquer coisa…

João Ribeiro: Esperava mais deste jovem. Saiu ao intervalo e nada mostrou.

Carlos Xistra: Arbitragem habilidosa… decisões ridículas num jogo fácil, fácil, fácil!

Já falta pouco… FORÇA BENFICA!!!


Nota (em pequenino como muitos merecem...): O Porto está a vencer 2-0 o Guimarães. Qual a música que se ouve no estádio do Dragão? Resposta óbvia… Frustrados! Deviam era estar na igreja a pedir desculpa ao Pedroto!

3 comentários:

mwm disse...

Está explicado o porquê do interesse do JJ num guarda-redes novo.

Fica a faltar um Benfica - Olhanense, um Porto - Benfica (onde penso que sairá empate e o Benfica se sagrará campeão) e um Benfica - Rio Ave para a goleada final, desfecho, despedida e festa do Campeonato.

Força Benfica!

Raul disse...

Mais uma boa vitoria do Glorioso. Parabéns, acho que este campeonato já não foge!

Curioso o facto de algumas pessoas dizerem que este ano o Benfica foi beneficiado, é preciso ser muito ingénuo ou faccioso para dizer tal coisa. Os jogadores do Benfica só por olharem para os árbitros levam amarelos, os de certos clubes podem chamar nomes e gesticular como lhes apetece que nada acontece!
Contra tudo e contra todos! BENFICA!
Bom post!


Abraço

Ravenfz disse...

Já está reservado...

Enviar um comentário

 
Trio Galático. Design by Wpthemedesigner. Converted to Blogger Template by Anshul