Sporting - Portimonense: Para frente é o caminho!



Num jogo em que uma vitória por mais de 2 golos nos dava acesso ao 3º lugar da Liga Zon Sagres o Sporting fez, mais uma vez, o necessário e conseguiu bater uma equipa do Portimonense que, com um plantel com um grande défice técnico e o Pedro Silva como principal construtor de jogo, justificou a penúltima posição que ocupa na competição.

O Sporting entrou no jogo algo demasiado cauteloso nos primeiros 20 minutos, com Evaldo e João Pereira recuados no terreno e um Liedson que aos 10 minutos desperdiça uma oferta de Di Fábio, que o isola à entrada da grande área, tentando um chapéu sem qualquer convicção. O Portimonense aproveita esta equipa perdida em campo e Rui Patrício nega uma grande oportunidade de Lito, que fica isolado visto que o Polga achou por bem deixá-lo passar sem lhe apresentar grandes dificuldades.

Finalmente por volta dos 20 minutos Paulo Sérgio apercebe-se que não está a jogar com o Porto e dá liberdade aos alas para subirem no terreno, o que se traduziu, imediatamente, num domínio completo por parte dos leões. Domínio esse que Postiga concretizou (numa jogada algo atabalhoada) e que (para quem viu o jogo) ficou bem patente numa jogada à Barça (passe o sacrilégio) em que durante 2 minutos o Sporting trocou a bola a seu belo prazer no meio campo, terminando a jogada com um lançamento em profundidade de João Pereira para Postiga, que toca de calcanhar de primeira no ar para Liedson que por sua vez desferiu um remate que ainda tocou de leve na barra.

Depois dessa oportunidade o Sporting relaxou e tentou adormecer o jogo até ao final da primeira parte. E tão bem o fez que foi a sua própria defesa, em coma, que fica a ver o "Levezinho do Portimonense" marcar o seu 1º golo da época, resultando de uma bola parada.

A reacção no entanto não se fez esperar, com Evaldo a recuperar uma bola ao pé da bandeirola de canto (!) e a centrar para Maniche, que concretiza de uma forma "artística". Ainda antes de terminar a primeira parte o Sporting chega ainda ao 1-3, por André Santos, que vê assim premiada a sua excelente época até ao momento.

Certos adeptos com olhos de águia (figurativamente... e literalmente!) fizeram-me notar que há uma mão no 3º golo do Sporting. Eu podia jurar que não, visto que não tinha visto nada no decorrer do jogo, quer na própria jogada ou nos replays. Quem também não viu foi o árbitro (Sporting levado ao colo, mais uma vez lol) e os jogadores do Portimonense (comprados!), visto que não houve qualquer protesto da parte deles.

Mas, visto que ainda tenho um blog sobre futebol fui ver a jogada com atenção. De facto a bola toca na mão do Maniche, mas deixo ao vosso critério se proteger a cara de um remate a menos de 3 metros é um acto premeditado para desviar a bola para a baliza. Aliás no Super-Slowmotion (Trio Galático sempre à frente nos meios tecnológicos :p) que disponibilizo de seguida até é possivel verificar que a trajectória da bola apenas é ligeiramente elevada (e abrandada, convém notar), estando o guarda-redes batido de qualquer forma.



Com esta jogada terminou a 1ª parte e também em grande parte o jogo, visto que o Sporting na 2ª parte se resumiu a controlar o jogo e o Portimonense, a espaços, a permitir a Rui Patrício mostrar a razão pela qual o momento alto de Hildebrand esta época ter sido assaltado num passeio em Lisboa.

Força Sporting!

PS: Este post foi obviamente feito pelo Sportinguista residente (Manuel) :p

12 comentários:

Inês Pinheiro disse...

Sem o Tx a vir comentar, este blog deixa de ter graça e torna-se enfadonho.

Talvez esteja na hora de deixar de acompanhar este espaço.

Fox disse...

Olha que o TX já deixou de contribuir para este blog há uns meses valentes :p

Inês Pinheiro disse...

Ele só diz barbaridades... ;D

Faz-me rir!

Inês Pinheiro disse...

Eu nao me estava a referir ao publicar.

Mas sim ao comentar artigos vossos, ainda há pouco tempo recordo-me de ler qualquer coisa dele, mas depois foi tudo apagado nao percebi o que aconteceu.

Já agora, nao percebo muito de futebol.

Mas gosto da maneira como escreves.

Bom artigo.

Espero ver qualquer dia alguém a falar dos clubes mais pequenos.

Sou do Arouca, sou adepta do clube da minha terra, não me consigo identificar com nenhum clube dos designados grandes.

Antonio disse...

Pois é Inês...faz sempre falta um cómico nestes blogs...

Se quiseres fazer algum artigo sobre o teu clube (que desde há três anos para cá tem feito algo quase inigualável), estás à vontade. Podes enviar o artigo para: triogalatico@gmail.com.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

entao vai ao blog do arouca :p

mwm disse...

inês, inês!

Vasco Matos disse...

Força Fox !!!

Admiro-te por continuares a publicar noticias do nosso grande SPORTE num blog onde reina o benfiquismo, mas também é normal visto eles serem 6 milhões e nós se formos 500 mil é um número bastante optimista!

Quanto ao jogo não posso falar porque não vi!

Destaco no entanto a irregularidade do 3º golo do sporte...no entanto não deixa de ser um golo de belo efeito a premiar mais um jovem das formações do Sporte que uma vez mais demonstra ser um clube de Portugal que dá oportunidade aos portugueses e que aposta bastante na formação!

Viva o Sporte! Rumo ao 2º lugar (Visto o 1º ser já quase impossivel)!!!

Esforço Dedicação Devoção e Glória!

Antonio disse...

Vasco, essa do blog "onde reina o benfiquismo" não me parece verdade. Nem tu percebes porque dizes isso... Porque é que não escreves mais por aqui? Para lutar pelo sportinguismo? lol

Fox disse...

Inês, obrigado :D

Continua a passar por aqui então, e, como disse o António, se quiseres escrever qq coisa sobre o teu Arouca tas à vontade :)

Markus disse...

Assim vai ser complicado pressionar o Porto. Arbitragem nojenta! Rídiculo mais ridiculo nao há! Valeu a pena o choro do vilas boas na semana passada!

Viva o Futebol corrupção do porto.

Ramzi disse...

Vergonha de jogo, o do Porto. Que roubo!

Enviar um comentário

 
Trio Galático. Design by Wpthemedesigner. Converted to Blogger Template by Anshul